20.5 C
São Luis
sexta-feira, 7 outubro, 2022
InícioBrasilCarta inspirada em cordel vence concurso de redação dos Correios

Carta inspirada em cordel vence concurso de redação dos Correios

Publicado em

Com texto inspirado em literatura de cordel, a estudante Bárbara Yijiu Faria Sung, de 15 anos, foi a vencedora nacional da 51ª edição do Concurso Internacional de Redação de Cartas dos Correios. A estudante cursa o 2º ano do ensino médio, do Colégio Pro, em Maringá, no Paraná. A aluna e a escola vencedora receberão certificados, além das premiações de R$ 10 mil e R$ 10,5 mil, respectivamente.

Bárbara também ganhará um certificado, um troféu e uma viagem para participar da cerimônia de premiação prevista para acontecer na sede dos Correios, em Brasília, no segundo semestre.

Em sua redação, a estudante se dirige a São Pedro para relatar as consequências da falta de chuvas na sua terra e clama ao santo que conscientize as autoridades políticas, os empresários e as novas gerações a respeito do clima. A redação concorre, a partir de agora, à disputa da fase internacional.

O segundo e o terceiro colocados nacionais foram, nessa ordem: Felipe Zlot, de 14 anos, aluno do 9º ano, da Escola Alef Peretz, de São Paulo (SP); e Nami Sano, de 14 anos, também do 9º ano, do Centro Educacional SESC Cidadania Elias Bufaiçal Neto, de Goiânia (GO). Eles também recebem premiações: o 2º colocado (aluno e escola) recebem, respectivamente, R$ 8 mil e R$ 8,5 mil; já o 3º colocado (aluno e escola) ganham, respectivamente, R$ 6 mil e R$ 6,5 mil.

Concurso

Promovido anualmente pela União Postal Universal (UPU), sediada em Berna, na Suíça, o concurso no Brasil é realizado pelos Correios e acontece em três fases: escolar, estadual e nacional. A quarta etapa – fase internacional – é realizada pela UPU.

O certame sempre traz temas atuais e, para este ano, abordou a questão climática: “Escreva uma carta a uma pessoa influente para explicar por que e de que forma ela poderia tomar iniciativas para combater a crise climática”.

O objetivo é melhorar a alfabetização de jovens por meio da redação de cartas, incentivando a expressão da criatividade e o aprimoramento dos conhecimentos linguísticos de crianças e adolescentes.

Fonte: Agência Brasil

Comentários

Últimas notícias

Você pode gostar