21.9 C
São Luis
segunda-feira, 6 fevereiro, 2023
InícioBrasilRéveillon no Rio terá Zeca Pagodinho, Alexandre Pires e Mart’nália

Réveillon no Rio terá Zeca Pagodinho, Alexandre Pires e Mart’nália

Publicado em

Após dois anos suspensa por força da pandemia de covid-19, o réveillon deve atrair para a orla de Copacabana, no Rio de Janeiro, cerca de 2,5 milhões de pessoas. Elas presenciarão shows a partir das 18h30 do dia 31. Eles devem terminar às 3h30 do dia 1º de janeiro.

No palco em frente ao Hotel Copacabana Palace, a abertura ficará com o DJ Marcson Muller, e às 20h, se apresentará a cantora Iza. Alexandre Pires sobe ao palco às 21h45. E, após o show de fogos, quem comandará a festa é Zeca Pagodinho. A escola de samba Grande Rio fecha a noite às 2h da manhã.

O Palco Carioca, na altura da rua Santa Clara, vai misturar tendências. Às 18h30, se apresentará a banda Bala Desejo. Logo após, às 20h25, será a vez da Banda Gilsons. Mart’nália cantará às 22h15. A primeira atração de 2023 será Preta Gil, e logo após, às 2h, a bateria da Beija-Flor dará show e, nos intervalos, a DJ Tami Reis assumirá o palco.

Na praia, foram instaladas 20 torres de som, todas decoradas por artistas plásticos, com ilustrações dando a sua interpretação sobre o que é a festa carioca do fim de ano.

De dez balsas sairá a queima de fogos, com um distanciamento de 25 metros entre elas. Serão 12 minutos de duração, com grafismos inéditos e mais tecnologia, com brilhos e cores que iluminarão o céu, acompanhados de trilha sonora em homenagem a Elza Soares, Gal Costa e Erasmo Carlos.

Já na Barra da Tijuca e no Recreio, o show pirotécnico ficará a cargo de 12 hotéis da orla. Em toda a orla, serão distribuídos 800 banheiros químicos.

Além de Copacabana, comemorações vão acontecer em oito pontos da cidade com várias atrações como na Praia do Flamengo, Parque Madureira, IAPI da Penha, Praia da Bica, na Ilha do Governador, Piscinão de Ramos, Praia da Capela,  em Guaratiba, Praia de Sepetiba e Praia da Moreninha, em Paquetá.

Como chegar

O melhor meio para chegar a Copacabana será o metrô. Os bilhetes especiais estão à venda apenas na Estação Carioca, das 10h às 21h. Cada pessoa poderá adquirir apenas 10 bilhetes.

Segundo o MetrôRio, foram colocados 158 mil bilhetes à venda e já foram vendidos quase 90 mil. A faixa de horário das 21h às 22h tem sido a mais procurada, para esta faixa de horário os bilhetes de ida já se esgotaram.

No dia 31, as vendas serão encerradas às 19h e o embarque só poderá ser feito com o cartão especial. Já no retorno para casa, o embarque não terá horário fixo, da meia-noite até as 5h do dia 1º de janeiro de 2023.

Interdições e bloqueios

No dia 31, a orla de Copacabana começa a ser interditada a partir das 7h, com o fechamento da Avenida Atlântica. Às 16h, será fechada a pista junto aos prédios. Das 19h30 às 22h, somente será permitida a circulação de ônibus e táxis, havendo o bloqueio total a partir das 22h.

A liberação das vias ocorrerá a partir das 5h da madrugada de domingo. Desde às 18h de ontem, não é permitido estacionar na orla de Copacabana, Ipanema e Botafogo. Haverá interdições e alterações de trânsito no Flamengo, na Ilha do Governador, em Madureira, na Penha, em Ramos, em Guaratiba, em Sepetiba e na Barra da Tijuca.

Segurança

A Polícia Militar terá um efetivo de 2.662 policiais. Para a segurança, serão usados drones e haverá pontos de bloqueio com detectores de metais em ruas estratégicas de Copacabana. Serão usados também 30 torres com canhões de luz na faixa de areia e próximo ao espelho d’água.

O patrulhamento nas areias será em quadriciclo. No estado do Rio, 22.414 policiais e 3.546 viaturas farão a segurança. A Guarda Municipal destacará 1.517 agentes em ações de ordenamento urbano e de trânsito.

Pulseiras de identificação

A Guarda Municipal vai distribuir pulseiras de identificação para crianças nas barreiras policiais em Copacabana. Elas são impermeáveis e coloridas e levam o nome da criança e telefone de contato do seu responsável, a fim de localizar os pais caso percam os filhos na praia durante o réveillon.

Bombeiros

Cerca de 500 bombeiros vão atuar nas principais áreas de concentração de público no estado do Rio. As novidades ficam por conta da utilização de dois helicópteros aeromédicos e mais dois de resgate operando durante a noite de réveillon, um deles exclusivamente patrulhando a orla de Copacabana durante a noite. Também serão empregadas mais de 50 viaturas, drones, veículos de salvamento e combate.

Chuvas isoladas

Segundo o Alerta Rio, a previsão para o último dia de 2022 no Rio é de tempo nublado a parcialmente nublado com pancadas de chuvas isoladas durante a tarde e à noite, com a mesma previsão para o primeiro dia de 2023.

Atendimento Médico

A festa de Copacabana contará com quatro postos médicos das 17h30 do dia 31 às 5h do dia 1º de janeiro. Os postos estarão ao longo da Avenida Atlântica, na altura das ruas Princesa Isabel, República do Peru e Bolívar, e da Praça do Lido, que contarão com 144 profissionais de saúde e 30 ambulâncias avançadas com UTI móvel.

*Estagiário sob a supervisão de Mario Toledo

Fonte: Agência Brasil

Comentários

Últimas notícias

Você pode gostar