19 C
São Luis
- PUBLICIDADE -
InícioEsportesSport anuncia saída de dirigentes após erros na inscrição de jogadores

Sport anuncia saída de dirigentes após erros na inscrição de jogadores

O presidente do Sport, Leonardo Lopes, comunicou nesta terça-feira (28) a saída dos integrantes da diretoria de futebol do clube. O anúncio foi feito em entrevista coletiva na sede da instituição, em Recife. Entregaram os cargos o vice-presidente Nelo Campos e os diretores Augusto Moreira, Gabriel Campos, Rocine Millet e Guilherme Falcão.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A mudança ocorre após erros cometidos pelo departamento na inscrição de atletas contratados para o Campeonato Brasileiro, onde o Leão ocupa a 19ª e penúltima colocação, com 17 pontos, na zona de rebaixamento. A equipe não vence há oito partidas, saiu de campo derrotada nas últimas três e tem o pior ataque da competição, com oito gols feitos em 22 rodadas.

“Verificamos alguns equívocos tanto na questão da cobrança e verificação do que estava sendo feito, como em situações de implementação que não seriam de atribuição dos diretores de futebol do clube. A gente entendeu onde estavam as falhas e procuramos ser minuciosos para chegarmos a uma conclusão justa e razoável, até porque o nível do que aconteceu não é permitido em um clube da grandeza do Sport. Isso nos chamou atenção e fez entender que, diante dos fatos apresentados, a diretoria de futebol em sua totalidade entregou os cargos e, em paralelo, haverão mudanças também no estafe administrativo de futebol, para que erros simples de serem resolvidos e que geraram esse turbilhão de fatos negativos ao clube não voltem a acontecer”, disse Lopes. “São atividades tão simples e rotineiras que os episódios recorrentes chamam atenção. Vamos intervir para eles não acontecerem mais, pois é inadmissível”, completou o mandatário.

Último reforço trazido pelo Sport, o lateral-direito Jeferson precisava ter o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) até sexta-feira passada (24), último dia para inscrição de jogadores no Brasileirão. O registro na CBF é necessário para o atleta, em seguida, ser incluído entre os disponíveis para atuar na competição. Já o goleiro Saulo, o volante Nicolás Aguirre e o atacante Vander, todos contratados de agosto para cá, apareceram no BID, mas não foram inscritos no torneio nacional.

“A gente agora tem de fazer de tudo para minimizar o impacto financeiro e [agir] em respeito aos atletas em uma situação tão sui-generis como essa. Vamos procurar fazer algum tipo de negociação com times da Série B. O prazo [para inscrição de atletas na segunda divisão nacional] é curtíssimo, termina dia 30 [de setembro]”, afirmou o presidente do Sport.

Risco de perda de pontos

Na coletiva, Lopes também confirmou que o clube analisa a situação do zagueiro Pedro Henrique, contratado em 19 de agosto. O defensor teria atuado irregularmente pelo Leão, já que teria completado sete partidas pelo ex-time, o Internacional, no Brasileirão. Se for denunciado, o Rubro-Negro pode ser punido com a perda dos 17 pontos somados até o instante.

Pedro Henrique, zagueiro, Sport, zagueiro

Leonardo Lopes, presidente so Sport, afirmou que clube avalia situação do zagueiro Pedro Henrique, contratado em 19 de agosto, que teria atuado irregularmente pelo Leão – Anderson Stevens/Sport Club do Recife/Direitos Reservados

O limite de confrontos que um jogador pode fazer em uma competição antes de se transferir para outra agremiação da mesma divisão é de seis. Pedro Henrique atuou cinco vezes pelo Inter nesta edição do Brasileiro, mas recebeu dois cartões amarelos em ocasiões onde não saiu do banco. O Regulamento Específico da competição indica no artigo 43 (parágrafo único) do capítulo três, que se o atleta na condição de substituto “vier a ser apenado pelo árbitro, será considerada como partida disputada pelo infrator”.

“A gente tomou conhecimento desta informação na segunda-feira [27]. Tão logo soubemos, acionamos nossos advogados especializados no Rio de Janeiro para saber, pois há um conflito de normas no regulamento geral e no específico [da competição]. Um fala da questão dos cartões, outro não fala. Há uma discussão muito grande quanto à penalidade. Tem jurisprudência sobre a perda de pontos, mas também sobre multa”, afirmou Lopes. “Os advogados já estão trabalhando para evitar qualquer perda de pontos, que seria de proporções inimagináveis. Se for confirmada [a irregularidade], o atleta não poderá mais entrar em campo para que a gente não fique com risco permanente deste acontecimento”, concluiu o dirigente.



Fonte: Agência Brasil

- PUBLICIDADE -
Continue Lendo
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -