19.3 C
São Luis
- PUBLICIDADE -
InícioEstadualMutirão está ajudando a reduzir demanda represada por conta da pandemia, afirma...

Mutirão está ajudando a reduzir demanda represada por conta da pandemia, afirma secretário de Saúde

População teve acesso a consulta e exames com encaminhamento para cirurgia nos casos necessários (Foto: Brunno Carvalho)
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

“Estamos atuando em regime de mutirão, para compensar as perdas que tivemos na pandemia. Sabemos do represamento, que é grande, de consultas, exames e cirurgias e estamos voltando à normalidade do sistema de saúde, em regime de mutirão”, frisou o secretário de Estado da Saúde (SES), Carlos Lula. A declaração foi feita durante o mutirão de cirurgia de catarata realizado no sábado (9), no Parque João Paulo II, Aterro do Bacanga.

O mutirão contou com estrutura de 14 tendas, mais cinco consultórios móveis e mobilização de médicos e equipe de apoio para triagem de pacientes que farão cirurgias oftalmológicas. Em sua quinta edição, a atividade é coordenada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) e integra o programa Saúde na Praça.

Durante o evento, foram mil consultas e cirurgias já marcadas, de pessoas de vários municípios, entre estes, São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Raposa, Matinha, Santa Luzia do Paruá, Bacabal, Santa Inês e outras cidades. Os cadastrados poderão iniciar os procedimentos cirúrgicos a partir da próxima semana.

Secretário Carlos Lula frisou que os mutirões ajudam a atender a demanda represada pela pandemia (Foto: Brunno Carvalho)

Nesse segundo semestre, o sistema de saúde do Governo do Estado está todo voltado para uso de mecanismos que reduzam os prejuízos da pandemia. “Sabemos da grande demanda por consultas e cirurgias nesta área. Estamos usando esse mecanismo do mutirão, para ajudar a reduzir as filas na capital e demais cidades maranhenses”, destacou o presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), Marcos Grande.

O oftalmologista Venner Aguiar explicou que, no mutirão, os atendimentos se concentraram nos exames e consultas de catarata, pterígio (‘carne’ nos olhos), além de problemas gerais de retina. “O projeto do Governo do Estado, Saúde na Praça, tem esse objetivo, atender as pessoas mais carentes, que precisam destes atendimentos em saúde, principalmente na área de cirurgias oftalmológicas”, explicou o profissional.

A dona de casa Maria das Dores parabenizou a ação. “Foi muito bom. Eu estava passando aqui e vi o movimento e me interessei de procurar. Estou com uns problemas na visão e já estava na hora de resolver. Muito boa essa ideia, num sábado e que a gente pode participar”, disse.

O programa Saúde na Praça já foi realizado na Vila Nova, na Cidade Operária, no João de Deus e no Monte Castelo, em São Luís, contabilizando 11.189 atendimentos.

Comentários

Comentários



Fonte: Agência de Noticias do Maranhão

- PUBLICIDADE -
Continue Lendo
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -