23.7 C
São Luis
domingo, 5 fevereiro, 2023
InícioMundoUcrânia alerta para mais ataques russos

Ucrânia alerta para mais ataques russos

Publicado em

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, alertou ontem (27) que a Rússia está “planejando novos ataques” contra seu país, pedindo às forças de defesa e aos cidadãos que estejam preparados para enfrentar uma nova semana de tensão na rede elétrica em meio às temperaturas congelantes.

Moscou teve como alvo a infraestrutura vital nas últimas semanas, provocando quedas de energia e matando civis. Ataques na última quarta-feira (23) causaram os piores danos até agora no conflito de nove meses, deixando milhões sem luz, água ou aquecimento, enquanto a temperatura caiu abaixo de 0 grau Celsius (°C).

“Entendemos que os terroristas estão planejando novos ataques. Sabemos disso como um fato”, disse Zelenskiy em seu vídeo noturno no domingo. “E enquanto eles tiverem mísseis, eles, infelizmente, não vão acalmar.”

A próxima semana seguir pode ser tão difícil quanto a passada, acrescentou.

Não houve resposta de Moscou às alegações de Zelenskiy.

Em Kiev nevou e as temperaturas giravam em torno de 0 °C no domingo, enquanto milhões dentro e ao redor da capital ucraniana sofriam com interrupções no fornecimento de eletricidade e aquecimento central causadas pelas ondas de ataques aéreos russos.

As autoridades municipais disseram que os trabalhadores estavam perto de concluir a restauração de energia, água e aquecimento, mas os altos níveis de consumo significavam que alguns apagões seriam impostos.

O Kremlin negou na semana passada que seus ataques à rede de eletricidade da Ucrânia visavam civis, mas disse que Kiev poderia “acabar com o sofrimento” de sua população atendendo às demandas da Rússia para resolver o conflito.

A Rússia anexou faixas do Leste e Sul da Ucrânia em setembro e o presidente Vladimir Putin disse que as demandas territoriais de Moscou não são negociáveis. Após a anexação, Zelenskiy disse que não negociaria com Moscou e que a integridade territorial da Ucrânia não pode ser negociada.

O Estado-Maior das Forças Armadas da Ucrânia disse em sua atualização diária nesta segunda-feira (28) que as forças ucranianas repeliram ataques russos em várias áreas, incluindo Bakhmut e Avdiivka, na região de Donetsk, nas últimas 24 horas.

O analista militar ucraniano Oleh Zhdanov disse que intensos combates também estavam ocorrendo na região de Kharkiv, perto de áreas recapturadas pelo Exército ucraniano em setembro e outubro.

*É proibida a reprodução deste conteúdo

Fonte: Agência Brasil

Comentários

Últimas notícias

Você pode gostar