Identificados autores da emboscada que terminou com morte de indígena no Maranhão, diz Funai

Fundação informou que as investigações avançaram e os autores do crime já são conhecidos das autoridades, mas os nomes não foram revelados ainda.

Leia Também

Aprovado regulamento do novo concurso público do TJ/MA

O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) aprovou, em sessão plenária administrativa extraordinária, nesta segunda-feira (15), resolução que trata...

Conselho da Justiça Federal aprova novos concursos para cargos em TRFs

O Conselho da Justiça Federal (CJF) autorizou que até 300 cargos em todos os Tribunais Regionais Federais (TRF) sejam...

Morte de Bita do Barão ganha destaque no Jornal Nacional

A morte do pai de santo Bita do Barão foi destaque no Jornal Nacional desta quinta-feira (18). A morte...

A Fundação Nacional do Índio (Funai) disse que já foram identificados os autores da emboscada que terminou com as mortes do índio Paulo Paulino Guajajara e do madeireiro Márcio Greykue Moreira Pereira, no dia 1º de novembro, na Terra Indígena Arariboia. No entanto, os nomes ainda não foram revelados, uma vez que a investigação segue sob sigilo.

O clima na região continua tenso e outras três lideranças indígenas foram retiradas do local com seus familiares e seguiram sob proteção policial para endereços sigilosos. Na emboscada do dia 1º de novembro, Laércio Guajajara também foi ferido a tiros.

Ao todo no Maranhão, 20 índios de diferentes etnias estão sob proteção em algum tipo de programa no estado. O Programa Estadual de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos (PPDDH), o qual Paulo Paulino Guajajara estava inserido, é coordenado pela Secretaria Maranhense de Direitos Humanos (SMDH).

“Eu fui a aldeia Mucura visitar Seu Zé Maria, pai do Paulo (Paulino Guajajara). O clima na aldeia é de medo, pois chega a todo momento informações de uma possível vingança. O clima também é de comoção, pois o luto ainda é muito recente”, disse o coordenador regional da Funai, Guaraci Mendes.

Em todo Maranhão, existem 17 grupos de ‘Guardiões da Floresta’ formados por índios com o intuito de proteger a natureza, inclusive a Floresta Amazônica no estado. Pelo menos 180 integrantes desses índios vigilantes vivem na Terra Indígena Araribóia. Entre as missões, está a de identificar e fiscalizar as trilhas e ações ilegais de madeireiros.

Para reforçar a segurança na região, a Funai informou que solicitou deslocamento de agentes da Força Nacional para ocupação da região.

De 2016 a 2019, 13 indígenas foram mortos em decorrência do conflito com madeireiros no Maranhão, segundo a SMDH. Em nenhum dos casos os criminosos foram punidos.

Leia outras notícias em MA24Horas.com. Siga, também, o MA24Horas no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Blog por meio do WhatsApp pelo telefone (99) 9 8413-7126.

Últimas notícias

PRF encerra o Curso de Formação Profissional 2019

Arquibancadas lotadas e corações acelerados, sob forte emoção, para a formatura dos mais de mil alunos do Curso de...

Marido e mulher morrem com 20 minutos de diferença entre eles depois de passarem 70 anos juntos

O homem e a mulher norte-americanos que viveram juntos durante 70 anos morreram com 20 minutos de diferença entre os dois no estado de...

Deputados do PSL vão ao TSE pedir desfiliação sem perder mandato

Vinte e cinco parlamentares da ala bolsonarista do PSL entraram nesta terça-feira (17/12/2019) com uma ação declaratório de justa causa no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para pedir...

Alô Polícias Militar e Civil!! Ladrões estão praticando roubos em várias Chácaras em Barra do Corda

Uma quadrilha vem provocando inúmeros assaltos em várias Chácaras nos últimos meses em Barra do Corda, com destaque, para àquelas próximas ao Abacaxi. Em uma...

TCU determina que patrimônio deixado pelo ex-prefeito Nenzin de Barra do Corda devolva aos cofres públicos quase R$ 1,5 milhão

O Tribunal de Contas da União determinou no início deste mês de dezembro que, o patrimônio de bens deixado pelo ex-prefeito de Barra do...

Notícias Relacionadas